Bemvindo

homeSejam bem vindos. Este espaço é para compartilhar meu trabalho literário em vários idiomas, contos, haiku e poesia, assim como minhas traduções de poesia japonesa e de outras línguas. Como mexicana da fronteira, e depois de ter vivido na Áustria, no Brasil, China, Japão e México, me mantenho em constante reflexão sobre o que une e o que separa, o que limita e o que abre caminho. Meus textos nascem dessa forma de ser e de estar no mundo. Um olhar que percorre, lê e escreve novos lugares e linguagens. De tanto viajar me tornei nômade e minha escrita também: Se move, se transforma, vai para outro lugar justo quando começa a se sentir à vontade.
Nos últimos dez anos, tenho participado de leituras, congressos, residências, oficinas, publicações e antologias em cerca de quinze países. Agradeço sinceramente aos tradutores e revisores literários que me acompanharam nesse processo e cujas versões são aqui publicadas: Alexandra Plubins, Amal Chatterjee, Amanda Blazquez, Eva Srna, Hiromi Yoneda, Jean-Pierre Pelletier, Monika Thoma-Petit, Sonia Ferreira, Sono Masumoto, Stefanie Gottschalk, Toshiya Kamei y Xiong Fan Li. Convido vocês a conhecerem cada um deles na seção Créditos. Um agradecimento especial para a tradutora Sonia Ferreira, que colaborou profissionalmente com o conteúdo da página para o francês.

Será um prazer conhecer as impressões dos leitores sobre a revista, como também sobre meus livros, contos e poemas, traduções literárias, entrevistas e observações que forem encontrando por aqui. Sejamos leitura e escrita. Essa forma de ser um rastro sobre a areia. Cristina Rascón Castro (Sonora/Sinaloa, México, 1976). Escritora, economista e tradutora de poesia japonesa.

Cristina Rascón Castro é autora dos livros de contos El agua está helada (ISC, 2006), Cuentráficos (ISC, 2006), Hanami (Tierra Adentro, 2009) e Puede que un sahuaro seas tú (FORCA, 2010). Como tradutora de poesia japonesa em espanhol, publicou o livro Sin conocer el mundo, do poeta Shuntaro Tanikawa (Plan C, 2007) e Dos mil millones de años luz de soledad (UAM, 2013), do mesmo autor. Na área de economia, é autora do livro Para entender la economia del arte (Nostra, 2009), ensaio de divulgação. Premio de conto da América Latina “Benemérito de América”, Prêmio Regional de Literatura do noroeste, e Prêmio Livro de Sonora, foi convidada para residências artísticas internacionais no Brasil, Canadá, China e Mexico / EUA. Sua obra foi traduzida nos gêneros haikai, poesia e narrativa para publicações, leituras e antologias na Áustria, Brasil, Canadá, China, Estados Unidos, Índia, Japão, México e Peru. Ela ministra cursos sobre literatura japonesa e oficinas de escrita criativa no México e em outros países. Cristina é membro do Sistema Nacional de Criadores de arte no México (SNCA / FONCA / CONACULTA).

Alguns contos e poemas em Português

– Sibacoby, de noche / Sibacoby, de noite   
– Microrrelatos / Microcontos    

= É expressamente proibida a reprodução dos textos exibidos nesta página, salvo se for para objetivos acadêmicos e/ou sem fins lucrativos, desde que sejam dados os devidos créditos ao autor ou tradutor correspondente. Nestes casos, é necessário informar ao seguinte endereço eletrônico: CONTACTO =

Tradução deste site: Alexandra Plubins, Cristina Rascón.